quarta-feira, 5 de fevereiro de 2014

Razão sem noção


Hoje tentei não pensar em você...
Quanto mais eu tentava
Mais eu pensava...
Como não pensar?
Senti-me frustrada
Angustiada, desiludida e mal amada
Que terrível sensação de derrota
Mas o que vou fazer, sou besta de nascença
Criei uma meta pra minha vida
Fiz planos e ainda prometi seguir a risca
Que risca?Saiu tudo torto...
Minha meta foi pro ralo no primeiro banho
Ao menor sinal de dor de saudade
Estava eu com você na cabeça
Deixando a razão ao vento que uiva lá fora
E conclusão. Cá estou no meu lamento...
Isso virou meu tormento, nem eu me aguento
Tem dias que desejo um mal de Alzheimer 
Que loucura é essa de minha cabeça?
Preciso ficar lúcida 
Pra não ficar louca
Mas como?Você faz parte de mim
Você é minha razão ,sem noção
E só morrendo pra não pensar em você

Nenhum comentário:

Postar um comentário