Acaso


Tudo começou em um acaso
Um belo dia ah! Que lindo dia
Te encontrei! Toquei-te, Dizia esta só 
Foi então que te acompanhei
Em silêncio caminhamos
Segurei a sua mão 
Percebi que num acaso
A sua mão deslizou
O silêncio quebrou 
Quando as suas mãos 
Com muita suavidade
O meu rosto segurou 
Em um momento lentamente
Os seus lábios tocaram os meus
E foi assim em pensamento 
Intensamente que viajei
Nem sei se agora estou triste
Ou se acaso sonhei
Só sei que você existe
Na minha vida na poesia.

Comentários

Postagens mais visitadas