quinta-feira, 22 de agosto de 2013

Amor proibido


Na primeira vez por desespero te conheci
Imaginei que seria uma amizade
Triste engano o meu
Pois, mal sabia quão especial você seria
Deixei-me levar pelo desejo
Mas a realidade esbofeteou minha face
Mostrando que chegaria o fim
Em meio a sofrimentos e lágrimas
Tristezas e arrependimentos
Aquele amor a tanto esperado
Tão querido e desejado, tornou se perdido por este amor proibido.
Amor impossível
Não pense que estou iludida
Sou tua a qualquer momento,
De corpo, alma e pensamento Fiel esperando por ti. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Hoje

Não deixe para amanhã o amor que você pode expressar hoje. O tempo é traiçoeiro… nunca sabemos de antemão, a favor ou contra quem ele con...