Sereia do mar



Num cantinho do mundo
Em uma praia deserta
Eu caminhava sozinho
Na beira do mar
Chutando a saudade
Nesse mundo infinito
De águas sem fim.
Alguém surgiu
Do fundo do mar
Mar adormecido
Um corpo molhado
No meio das ondas
Muito bem desenhado
Olhei para o céu
As gaivotas voando
Regendo uma canção
Olhei para o mar
Uma sereia cantando
Seu canto apaixonante
Me chamou atenção
Você veio de algum lugar
Eternamente mulher
Uma verdadeira paixão
Um corpo esculpido
Parecendo um violão
Não volte para o oceano
Eu te ensino a amar
Me beije
Me faça feliz
Uma sereia do mar
Foi o que eu sempre quis.

Comentários

Postagens mais visitadas