domingo, 27 de janeiro de 2013

Encanto



Quero cantar-te numa canção,
Numa expressão,
No meu luto de amor sem fim.
Quero deixar-te uma lembrança,
Uma esperança,
Meu desejo, teu paraíso, prazer de mim.
Quero versar-te no meu poema,
Saudade amena, 
Que te fez belo o meu amar-te imensurável.
Quero eternizar-te em meu coração,
Na minha paixão,
Que em devaneios te faço amável.
E ainda assim...
Invadirei teus sonhos
Na madrugada, na noite fria
Te arrebatarei aos céus 
E te amarei nas nuvens.

Nenhum comentário:

Postar um comentário