segunda-feira, 17 de dezembro de 2012

Rosas no portão


Quantas rosas em seu portão deixei, com palavras de ternura.
E no lugar da assinatura, apenas um codinome,
Mas eu sempre tive esperança que você soubesse que era eu, este seu apaixonado. 
Mas você nunca se quer imaginar que podia ser eu este seu  louco admirador.
Admirador que morre de amores por você. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário