domingo, 2 de dezembro de 2012

Passos meu



Quando o som da flauta guiar meus passos, sei que novas terras encontrarei, quando tudo se for e o peso não for mais um fardo, quando as chamas se espalharem e o vento se perder, o amor se foi, 
depois de você veio a dor, nada importa, tristes sentimentos, choro por mim, machuca entender, fere tentar esquecer, quem por isso 
passou, quem deve passar, ruínas de um caminho sem dia a chegar.
Tristeza minha, de quem seria, não quero ficar, tão longe posso estar de um dia conquistar, não me diga, eu não saberia, ter uma nova alegria, eu não poderia.   

Nenhum comentário:

Postar um comentário