sexta-feira, 16 de novembro de 2012

Dança do amor



Suavemente seu corpo me enlaçou
com os lábios sua alma nos meus depositou
o calor dos seus desejos os meus arrebatou
num crescente seu beijo caliente meu lábio esmagou
Seu corpo no meu colou
meus botões desabotoou
meu peito acariciou
e a desabrochei como uma flor
Nossa pele se tocou
por elas a paixão nos arrebatou
mãos a passear, toques, carícias...
beijos, sorvendo do cálice o licor
Licor do amor, de prazer.. se enroscou
sussurrando... estremecendo...lateja a flor
sob os versos nas pétalas declamados
suplicando que a enxerte semeando seu interior
Um só corpo neste instante se tornou
dançando em perfeita sintonia
a dança do amor, tango erótico...
rodopios, passos, compassos...
Sensualmente até o ápice 
vibrante...calientemente
em gozo prazeroso o amor 
aos amantes premiou. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário