Um dia ... Uma noite



Esse é o tempo que ainda resta para o fim de um relacionamento entre duas pessoas que até então se diziam perdidamente apaixonadas pela outra.
No início tudo era perfeito... Tudo era maravilhoso.
As juras e promessas de fidelidade e amor eterno, era feito a todo instante.
Os defeitos que cada um tinha; desapareciam meio aos desejos que se juntavam ao prazer nos momentos de descontração e de descobertas de uma nova vida.
A magia do surgimento e nascimento daquele grande um amor, era a chave que faltava, e que ambos estavam procurando para abrir a arca do entendimento e da felicidade.
Com o passar do tempo e dos anos, tudo foi mudando a cada minuto... A cada hora... A cada dia... A cada noite.
Os defeitos e as manias que tinham e carregavam dentro do peito, vieram à tona; e a partir daí tudo começou a mudar.
Deslumbrados... Tristes... Desencontrados e aborrecidos pelos rumos que a vida resolveu levá-los, e com esse sentimento de revolta na relação, as coisas tiveram outros sentido, e talvez por essa razão o amor tenha chegado ao fim tão prematuramente.
O que antes era fantasia, sonho, esperança, descobrimento e total harmonia e paz dentro e fora do lar, se tornavam num barril de pólvora, com poucas palavras faladas em tom de discórdia e 
provocações nas horas difíceis.
Com esses acontecimentos os encantos do amor foram quebrados, e a desilusão e as decepções passaram a fazer parte do dia a dia.
Foi assim que tudo foi sendo engolido e esquecido pelo tempo.
E o que resta agora é somente uma magia do amor que ficará nas lembranças do passado após mais “Um dia ... Mais “Uma Noite” que ainda está por vir no entardecer. 

Comentários

Postagens mais visitadas