Sonhos



Escreverei, escreverei e escreverei novamente
até  que de mim se seque a fonte
até que eu esqueça os sons
esqueça a música esqueça as palavras
e só então cantarei tristemente
a doce e suave melódia do silêncio.
Pois de mim não se ouve mais sons
so a minha mente e que
trabalha calada
meus olhos se enchem de sono mais teimo em ficar acordado.
O que fizeste?
Nem tu mesmo o sabes.
Escreverei e sonharei acordado e meu sonho me será como
viajem.
O vento é que faz barulho nas folhagens
e eu aqui sonhando acordado.

Comentários

Postagens mais visitadas