Se eu tivesse um coração assim...



Se eu tivesse um coração
que não sofresse ante a desilusão...
Um coração que fosse assim...
Tão facilmente asserenado...
Se conformasse em não ser amado
e desistisse de buscar o amor...
Se eu tivesse um coração assim:
Tão devoluto, de ilusão sentida,
Imune à dor da solidão sofrida
e ainda sorrisse até da própria dor....
Ah! se eu tivesse um coração assim...
talvez passasse ilesa pela vida...
Mas, se eu tivesse um coração assim
tenho certeza que de tão desprovida
e sem sentido... sem sentir a vida
eu já teria chegado ao fim!
Ah! Quero meu próprio coração, assim:
feito a vela tensa de uma embarcação
estremecendo ao sabor do vento,
tal qual oscila o meu coração
quando invadido por tal sentimento
e o espírito cheio de emoção
faz do amor um barco a sotavento!
E, se o destino me reserva à frente
o barlavento da desilusão
Digo a mim mesma:
-Vale mais a vida,
quando se leva dentro alguma dor...
Um coração eivado de ferida,
à um coração vazio de amor! 

Comentários

Postagens mais visitadas