O amor da gente...



Tenho pensado no amor da gente,
Em como ele esta atrelado ás coisas...
Ligado intimamente, ulterinamente,
E não apenas em nós!
Em nossos corpos, nossos beijos... Nossos desejos em fim!
Tenho sentido certa distância,
Certa ausência, reticências nas falas, um esquivar de olhar!
Sinto que o que antes amávamos,
De tantas idas e vindas nem bem queremos...
Que o que nós falávamos,
Hoje são murmúrios secos...
E até o futuro que ambos embevecidos olhávamos,
Hoje mais parece miragens sem tempo... 
Será que mudamos tanto assim e nem percebemos?

Comentários

Postagens mais visitadas