segunda-feira, 29 de outubro de 2012

O amor



O amor, é leve como a pluma,
suave como o perfume de uma flor.
É como um vento manso tocando em nosso rosto
acariciando a pele e deixando um deixando uma doce melodia no ar.
O amor é o encantamento da chegada da primavera, com suas lindas 
cores, colorindo e perfumando cada novo amanhecer.
O amor é esse doce mistério, que entimida, envaidece, desperta emoções ,suspiros, lágrimas.
O amor é sentimento mais profundo,
o único  capaz de transformar uma vida,um coração,o único que pode tranformar um caminho de pedras,nas mais belas paisagens.
O amor é esse sentimento nobre,
que nos transforma em poetas,falando e escrevendo
as palavras mais lindas e apaixonadas.
O amor, nos leva por caminhos da verdade, da sinseridade,nos traz a esperança de encontrarmos 
aquilo que todos procuram, porém poucos encontram.A FELICIDADE.
Apenas o Amor, simplensmente o grande e verdadeiro Amor pode 
nos dar a tão procurada Felicidade.
Apenas e simplesmente.
O AMOR. 

Te querer



Te ter é tudo que mais desejo, 
já me cansei apenas de sua amizade,
você não percebe o que desejo, 
quando olho nos seus olhos? 
Larga essa máscara que não me vê 
e acorda para essa realidade!

Tempo de amar



É tempo de amar, amar novamente você,
concretizar velhos sonhos e desejos,
perdidos num passado distante, porém,
pendentes dentro do coração.
Amor antigo, primeiro amor ,amor verdadeiro,
destruído por falsidades, mentiras, enganos,
seus restos, enterrados nas cinzas de uma eterna lembrança,
de uma saudade imensa, aprisionada em meus sentimentos.
Passado distante, amor, sonhos,
esperanças, sentimentos vividos e perdidos.
Vidas distanciadas, ilusões perdidas,
caminhos distanciados...
O tempo passou, anos percorridos.
Nestes caminhos da vida, que o destino traça,
além da própria esperança,te reencontrei,
encontrei você, meu grande amor do passado,
presente da minha lembrança ,
sonho do meu futuro mais desejado.
É tempo de amar, amar você perdidamente,
concretizar sonhos de um grande amor,
um amor do passado, presente em todas lembranças
vivida em cada gota de esperança.
É tempo de amar, amar novamente o mesmo amor,
reascender a velha chama, quase apagada
pelos desencantos e desenganos
de uma vida frustrada e vazia.
É tempo de amar, amar você,
lutar com todas as forças por este sentimento,
tão lindo, simples, verdadeiro, sinsero,
este grande amor por você, que o próprio tempo,
não destruiu.
É tempo de amar, envolver-te em meus braços,
beijar-te apaixonadamente,
cobrir teu corpo de carinho,
me perder no desejo de te amar por inteiro.
É tempo de amar, amar você, amor querido, tão desejado,
tão buscado, enfim reencontrado.
Vem, meu amor por ti chama,
meu carinho, por ti espera,
meu coração grita que a ti muito ama.
É tempo de amar, amar você meu velho, amor, 
no passado tão amado,
nos enganos do destino perdido,
no presente da vida, reencontrado,
por mim, ainda tão desejado,
ainda mais amado....
É tempo de amar, amar você,
por toda eternidade,
Amar, amar unicamente você,
meu único, grande e verdadeiro amor...

Saudade de uma paixão



Sinto uma dor tão profunda e minha alma delirar, deixando minha mente tão confusa e o peito a sussurrar. Toda a coragem se afunda como na areia em alto mar. Mas neste pátio tão florido que a natureza me deu roubaste até o sentido de um amor que já foi meu. Não perturbe meu dormir e nem acorde desse desdém.... pois nunca mais 
irei sorrir sem ter você. Pois em meu tribunal, já fui juiz e promotor... absolvi você numa só noite de amor. Sou um homem obedecendo seu encanto, pois seu lirismo a torna sedutora. Olhando a luz do 
candeiro como simples ermitão, a minha saudade aumenta corroendo meu coração. Pois é o destino.... já sem destino, não sei mais o que fazer para conter esta saudade e lágrimas de você meu amor. O homem quando ama é divino, sentindo Deus no coração. 
Talvez um dia a saudade impetuosa venha buscar o amor que trago 
no coração... pois sei que irá encontrar.... o que sinto por você, minha paixão.

Não tenho culpa



Não tenho culpa,
se ao deitar na cama, não consigo adormecer,
rolo, viro, desviro e não adormeço,
é a dor de uma saudade, perturbando, machucando,
e, essa insônia me trazendo.
Não tenho culpa não,
se a vida está se mostrando vazia,
desiludida de sonhos, ilusões e esperanças,
é a ausência de você, que tanto amo,
tornando a vida este mar de desencantos.
Não tenho culpa não,
se no jardim da felicidade, as folhas secaram,
as flores perderam seu perfume,
murcharam, perderam seu encanto e morreram,
é falta daqueles beijos, quentes e ardentes,
água e adubo de todo meu jardim.
Não tenho culpa,
dos dias serem tristes, sombrios, longos...,
onde os próprios raios do sol,
não clareiam e não aquecem,
é falta do calor do teu corpo quente, cheio de amor.
Não tenho culpa não,
se a insônia predomina sobre o sono,
se as flores não sobrevivem, murcham e morrem,
se o próprio sol, com seu calor, não aquece não,
se os dias são longos, tristes, sem razão...
O grande culpado é meu coração,
doente de amor, amor por você,
remédio, não cura não.
O grande culpado, meu simples e singelo coração,
ele te encontrou, te olhou, se encantou,
fortemente bateu, por ti suspirou,
perdidamente, se apaixonou,
desesperadamente, te amou.
Nem ao menos me perguntou, se eu queria ou não?
E ainda me avisou, outro alguém, teu lugar não ocupa não,
Não tenho culpa não,
o grande culpado é meu coração,
te encontrou, te olhou, te amou,
então não me esqueças não, volte para mim,
meu coração tanto te amou,
cada dias mais te ama, e outro amor não quer não.
não tenho culpa, o grande culpado, de tanto amar-te e querer-te, é o meu, CORAÇÃO. 

Vou cuidar de você!



Cuidar de seu olhos, e assim você poderá ver o quão grande é o meu amor por você.
Cuidar de suas mãos para segurar-me e manter-me junto a ti.
Cuidar de seu pés para que possamos caminharmos lado a lado.
Cuidar principalmente de seu coração, porque nele quero fixar a minha moradia.
E depois de tantos cuidados deixo a certeza de que cuidamos quando amamos simplesmente porque AMAMOS.

Estrela e lua



Hoje, bem aos olhos da lua resolvi te escrever...
Uma estrela brilhou mais forte quando me viu escrevendo para ti!
Espero que seja de seu agrado, 
São apenas palavras sinceras, escrita de coração para ti!
Pois só quero lhe agradar e lhe fazer feliz.
Seus olhos tem a luz das estrelas ...
Quando a lua derrama seu brilho...
Uma estrela me inspira um verso
Busco as rimas no teu perfume
Imagino meus lábios no teu lindo rosto...
Seus olhos se encontram, traduzindo todo encanto
Vejo a lua se esconder
Vejo você beija meu rosto também
E assim acaba um verso sem fim... 

Sensação de medo e excitação.



Enquanto minhas mãos passeavam pelo corpo teu,
Senti novamente aquela primeira emoção,
Aquela sensação de medo e excitação!
E enquanto olhei teus olhos fitando-me,
Sorridentes e em festa,
Calei o som que queria desprender-se de minha boca,
Para ouvir aquele que vinha de meu coração...
Olhei a nossa volta,
As roupas largadas ao redor da cama,
Na mesinha, duas taças,
E em uma delas enciumei d’uma marca vermelha,
Deixada pela tua boca...
Uma nesga de luz flertava teus cabelos, por uma fresta na janela...
Pensei outra vez em nós!
E enquanto te beijava, sem pressa, a tez de tua testa,
Novamente tive certeza, do que é ser feliz...
Entendi mais dos mistérios do amor! 

Fica comigo



Quando te vejo, algo mágico acontece.
Nada é importante sem você.
Você me deixa no maior pique!
Amar é unir nossos corações com um beijo!
Qual é o gosto do seu beijo?
O meu amor por ti é pura adrenalina.
Penso em você 48 horas por dia!
Sonho com o seu amor e assim vivo nas nuvens!
Vem me completar?
Fica comigo!

Carta ao meu amor



Nosso encontro de amor foi lindo, perfeito como é a vida em sua realeza imensurável, unindo almas nas estradas do encantamento e da felicidade, que raia num simples olhar de ternura entre corações 
românticos e apaixonados.
Desse encontro nasceu a vigorosa paixão incandescente, vigorosa, mágica, nos inebriando com suas partículas de desejo, unindo nossas almas e corpos numa dança lenta e gostosa, onde, a placidez das chamas do amor se multiplicou, tornando nossos corações em um só, batendo em ritmo acalentador, alimentado pelo feitiço da 
felicidade.
Você tornou-se a rainha dos meus sonhos, flor de pétalas radiantes, de exuberante halo, instalando-se nos vasos secretos da minha alma, que pululando de alegria, espelha-se em sua ternura para seguir as estradas do tempo, levando nos lábios um sorriso de inexeqüível e caloroso. 
Desde o primeiro dia, percebi que afinal, tinha encontrado a minha metade, meu tesouro de diamantes, meu vinho de sabor imensurável, 
musa das minhas imagináveis passarelas, mulher que seria e é dádiva de valor incalculável na historia dos meus dias. 
Conhecendo-a aos poucos fui apaixonando-me pela lucidez das suas palavras, pelos encantos dos seus olhos, pela sensatez de cada diálogo e assim, meu coração foi enchendo-se de prazer, de cumplicidade e a cada beijo, um novo sentimento se abria em meus pensamentos, renovando meu corpo, impulsionando-me a delirar de amor nas veredas floridas do eldorado da existência.
Você meu amor, tornou-se meu sol, que me aquece nas manhãs, que guia meu coração nas estradas gélidas da vida, que mesmo sendo noite posso sentir seu calor entrando em meu corpo, renovando 
minhas forças para entrar em seus braços, sentir sua pulsação, provocando-me a matar a sede de amor, que volita em seus lábios sensuais e inigualáveis. 
Conheci com você os mistérios do amor verdadeiro, a andar em suas inenarráveis curvas, a viajar em seus contos de paixão e sua magia encantou-me de tal forma, que hoje não sei viver sem seus
murmúrios de carinho e da sua presença maravilhosa em minha vida.
Sei que é amor e paixão, sinto a efervescia da sua alma em meus olhos como se fossem as estrelas da noite a iluminar meus passos pelas campinas dos dias.
Sei que mais do que tudo, te amo e sei que minha vida sem seu perfume não teria nenhum sentido por isso, te quero, te desejo e sinto o mesmo da sua alma, que brilha na brandura da manhã a 
acalenta-me nas cálidas noites... Quero-te sempre comigo. 

Um adeus



O capricho do destino dirigiu seus passos
até os caminhos tortuosos de minha vida.
Chegas-tes sorrindo,
trazias nos lábios uma doce mensagem de amor,
no coração uma alvorada de sonhos,
no brilho do olhar,a esperança de um amor verdadeiro e eterno.
Tocou minhas mãos,um doce convite para dançar,
meu coração bateu forte,suspirei,a felicidade invadiu --me por inteiro,era carnaval.
Percebi então naquele instante mágico,que havia encontrado meu caminho,
cheio de sonhos,magias,encantos,eu o amei  naquele primeiro olhar.
Eu,que não acreditava que pudesse existir um amor tão profundo
que pudesse nos levar aos sentimentos mais puros,sinceros,
que  deixasse a alma leve e a vida transformada em esperança,
Ao olhar em teus olhos,
li uma estranha história de felicidade,
entreguei em tuas mãos minha vida,meu amor,o amor mais puro 
que um coração pode sentir e oferecer.
Senti minha vida renascida da angustia,do vazio,da tristeza em que se sempre se encontrou.
Com você em minha vida
meus dias se tornaram radiantes,
eras o sol que aquecias meus dias frios,
eras a lua que iluminava minhas noites escuras.
trouxe-me a alegria de viver, viver um grande e verdadeiro amor.
mas de repente,uma nuvem escura caiu sobre mim,
conheci o desencanto, a desilusão, a dor mais profunda,
a dor inesperada de um adeus.
teu adeus chegou, veio não sei de onde,nem mesmo, o porque.
Partiu do meu caminho, tudo escureceu, entristeceu,
as lágrimas apagaram o brilho de um olhar, antes, cheios de felicidade,
De repente, foi como se tudo desaparece,
a beleza do mundo,as noites estreladas, os jardins floridos, apenas um deserto.
No teu adeus tudo se foi, os sonhos, a vida, os encantos,ficou a dor, a saudade,
esta saudade impertinente que vem mansamente falar de você,
de tudo que você foi, e eternamente será.
Um adeus, um fim, tudo se acabou, mergulhando em trevas meu coração,
que era cheio de luz,
a luz de um verdadeiro amor. 

Lembra que te amo



Quando sentires um vento suave tocando em teu rosto,   sou eu soprando para acariciar tua pele macia,mas se outras mãos tocarem teu rosto, e não forem as minhas,lembra que EU TE AMO.
Se alguém sussurrar as teus ouvidos palavras de amor, e não for minha voz,lembra que EU TE AMO.
Se quando a noite cair, uma estrela brilhar mais forte, e não for a minha,lembra que EU TE AMO.
Se quando  o sol te despertar para um novo amanhecer e seus raios encantados te fizerem recordar o brilho de algum olhar, e não for o meu,
lembra que EU TE AMO.
Quando uma flor esalar o seu perfume para atrair sua atenção,e não for do meu jardim,lembra que EU TE AMO.
Se alguém tocar levemente em teu coração, e de repente conseguir dividi-lo ao meio,lembra que EU TE AMO.
Se em algum momento uma tempestade de dúvidas de você se aproximar,
lembra que EU TE AMO.
Se em alguma momento a sombra da maldade se aproximar,lembra que EU TE AMO.
Se em algum momento achares que a perfeição possa ser  encontrada em outro mundo  que não for o meu,
lembra que EU TE AMO.
Se em algum momento  a fraqueza te dominar, e achares que 
em otros braços poderias ser mais feliz,
lembra que EU TE AMO.
Se em algum momento a vida,os amores passageiros te oferecerem tudo,tudo oque ainda não 
vivemos,emoçoes,suspiros,surpresas,encantos...
lembra que EU TE AMO.
Lembra sempre, só o verdadeiro Amor constrói,
supera dificuldades, sobrevive a tempestades, compartilha as belezas de uma vida,
divide as tristezas, fortalece todas emoções.
Aventuras,sãopaixões passageiras,chegam,passam,são esquecidas,e,
por essas paixões pode-se jogar fora a única  e verdadeira Felicidade.
A Felicidade só se encontra no verdadeiro Amor, e esse é que sinto por você,
por isso, em todos os momentos, dúvidas e incertezas, apenas lembra da única certeza.
EU TE AMO! 

terça-feira, 23 de outubro de 2012

Amor verdadeiro



Você,
este alguém que tanto amei, com tanta sinceridade,
com todo fervor do coração,
com todas as esperanças deslumbradas de 
um futuro onde o amor seria a base de todas as realizações,
Eu e você, o verdadeiro amor.
Você que tanto amei, que apesar das desilusões e 
desencantamentos de fim de romance, ainda amo,
desesperadamente amo.
Amor verdadeiro, de tantas maneiras espressei, demonstrei,no brilho do olhar, no sorriso mais simples e verdadeiro,na simplicidade de cada palavra soprada pelo coração,nos pequenos gestos e atitudes, mas que muito diziam,em cada abraço, em cada beijo,
em cada toque de carinho, em cada suspiro,
na lágrima derramada de saudade,
no meu ciúmes que as vezes, talvez até incomodasse.
Por você, meu único e verdadeiro amor,
deixei de lado aventuras, desventuras,
deixei de lado meu mundo, para viver o seu,
pois a minha vida encontrava-se no teu mundo.
Tua alegria me trazia alegria também,
ver-te triste, entristecia meu coração,
teu sentir era todo meu sentimento.
Um dia, um adeus.
Minha vida, nem sei no que se transformou,
talvez uma sombra triste vagando do nada para lugar nenhum.
Será que em algum momento,
envolvido em outros braços, que talvez nem saiba oque é amar,recordas que eu existi, que fiz parte do teu mundo,que nos meus braços também sonhou, talvez amou,palavras de amor falou, nos sonhos, comigo voou?
Será que quando sente outros lábios tocando os teus,lembras que os meus eram doces de amor,
de um amor verdadeiro, que nem o tempo, nem o vento,apaga, consome e destrói?
Por que tudo acabou, com a rapidez estonteante de soprar de tempestade?
Por que deixou de viver e sonhar o nosso amor?
Não sei que rumo teu coração guia teus passos, 
mas sei que amei intensamente, perdidamente,
amei tanto que não sei mais os meus próprios rumos,apenas me encontro nas lembranças tuas,
gravadas dentro do meu coração quebrado,
doente de amor ,nestas tristes páginas, que o ingrato destino traçou.
Tanto te amei, tanto te amarei, o verdadeiro amor,
nem mesmo a própria dor destrói.

Ainda te amo



Em algum lugar do passado, encontrei com a tal felicidade.
Ela bateu na porta do meu coração, entrou, e me falou:
pegue esta chave, feche a porta, e depois a jogue fora, mas eu, desacatei, a chave guardei.
A felicidade era o amor, o amor, era você.
Amor inocente, puro, envolvido de cumplicidade,
sonhávamos com a eternidade, buscávamos o infinito,as próprias estrelas brilhavam mais ao presenciar nosso amor..
De mãos entrelaçadas pelos verdes campos, andávamos,o vento soprava uma doce e suave melodia de amor,aumentando ainda mais nosso querer.
As flores exalavam ainda mais aromas e perfumes
quando teus lábios num beijo quente uniam-se aos meus.
O tempo passava, mais e mais eu te amava,
mas meu querer não foi tudo,meu sonhar insuficiente, te perdi.
Não acreditava que nessas encruzilhadas da vida
uma cilada do destino me aguardava, você me deixou,desesperado meu coração se quebrou, o encanto, terminou.
Agora apenas as lembranças, recordações de nós dois,do que foi a felicidade,
dos momentos que acreditávamos serem eternos, 
o sonho de um amor sem fim.
Tudo se acabou,
como o dia que se vai com a chegada da noite,
como a noite que se vai com o novo amanhecer,
e mesmo assim sinto o quanto ainda te amo.
Ainda te amo, muito além do teu adeus,
além do oceano, do imenso infinito...
O caminho que seguíamos juntos,
em duas estradas distanciadas se partiram,
mas assim mesmo, te amo.
Te amo, sempre te amarei,
nas lembranças que acompanham meus dias intermináveis,nesta saudade que não deixa as lágrimas conterem-se ao brotar nos olhos, rolar na face, e nos lábios morrerem.
Você me esqueceu, mas ainda te amo,
sigo meu destino, por ti chamando,
na ilusão que em algum lugar do futuro,
o passado perdido, volte a ser o presente feliz,
pois sigo te amando, sempre te amando.
Ainda te amo. 

Tudo se acabou



Não fui em tua vida 
o que queria ter sido.
Fui apenas algo que passou rapidamente,
sumindo, como nos rastros da estrada, que o vento vai apagando.
Chegou sorrindo, trazendo nos lábios 
uma doce história de amor,
uma alvorada de sonhos sem fim.
Plantou e cultivou no jardim da minha vida
as mais belas rosas da esperança
de viver a felicidade de um grande amor sem fim. 
Em teus braços me sentia como a flutuar pelas nuvens, 
leve como a pluma, ao encontro do paraíso.
Mas chegou uma seca devastadora, e,
todo meu jardim secou, meu sonho, acabou,
teu amor, razão do meu viver, em nada, se transformou.
Tudo se acabou.
Perdida num abismo, agora me encontro,
sem rumo, sem destino,
uma alma perdida vagando em busca de uma luz,
a luz de uma esperança qualquer,
onde eu possa repousar meus sonhos mortos.
O tempo mais e mais vai passando,
nada mais sei de você,
não sei que rumo teus passos seguem,
apenas sei que este grande amor que a ti dediquei,
por outro alguém jamais sentirei,
um outro alguém jamais amarei.
Não consigo do coração te arrancar,
não consigo do pensamento te apagar.
Porque me deixou?
Não acreditou na sinceridade do meu amor?
Será que se deixou levar por vozes falsas
soando em teus ouvidos palavras mentirosas,
ferindo teu peito como facas afiadas?
Nada sei, apenas sinto.,
e tudo que sinto é esta dor infinita
povoando em meu ser,
tornando um abismo todo meu viver.
Tua ausência me maltrata,
tua lembrança não se apaga, e,
e esta imensa saudade, pouco a pouco,
consome um pouco,
do muito pouco que de mim, sem você,
restou.

Viagem do pensamento



Silêncio à minha volta, apenas o som de uma canção romântica, 
no rádio a tocar.
Dou asas à imaginação, e meu pensamento longe viaja,
muito longe..
Ele anda por entre vales e montanhas,
por jardins floridos e borboletas sobrevoando sobre elas,
por paisagens lindas, verdejantes.
Nesta viagem do meu pensamento
cheguei até um lugar deslumbrante, uma bela ilha.
No meio dela uma simples cabana,
cercada das mais lindas flores, aromas e cores,
pássaros por ali sobrevoando, felizes cantando.
Na porta da simples da cabana,
meu grande amor me esperando.
Com passos lentos, brisa suave no rosto tocando,
finalmente até você cheguei.
Teus braços, num caloroso abraço, meu corpo envolveu,
um longo e doce beijo, poucas palavras, pois,
quando se está feliz, o próprio silêncio fala.
Nada mais queria, nada mais procurava,
estava tudo aí, a natureza mais linda, o ar mais puro,
toda beleza da vida, e o mais importante, você,
o meu grande, único e verdadeiro amor.
Ali estava toda minha Felicidade.
De repente um temporal se armou, uma tempestade se formou,
meu pensamento se quebrou,
e a triste realidade, em mim, retornou. 
Uma lágrima, nos olhos brotou, meu coração chorou,
foi tudo imaginação que a minha mente, de tanto amor, criou.
Amo tanto, sem por você ser amada,
que dou asas aos pensamentos, para longe voarem,
muito além da própria imaginação,
pois somente assim, te encontro,
somente assim, o teu amor que tanto quero,
inteiro para mim posso ter.
Triste realidade, não me amas ,não me queres não.
Finalmente, o temporal passou, o silêncio retornou,
novamente meu pensamento, viajou...

Vestida de encanto



Vestido elegante
Vestindo teu corpo
Xalando de encantos
Teus lábios teu rosto.
Beldade em flor
Desfilando na vida
Exarando o amor
Infinitamente bonita
Meu amor
Minha amante
Exuberante fofa
Roubando meu sono.
Vestido sensual
Num corpo de garça
Lábios pintados
Deitada em meus braços.
Musa da minha paixão
De vestido ou não!
Amar-te é minha razão
Meu hoby e religião.

Alma atrevida



Nuvens de esperança
Toma meu tempo
Rouba meus anos
Na força do vento...
Sigo pensando
Querendo voar
Amando e sonhando
Nas asas do ar.
Voa meus pensamentos
Cruza as águas do mar
Veloz ultrapassa o firmamento
Sonhando com a felicidade.
Pelo vento sou beijado.
Abro a mente, os braços.
Respiro vida, rápido.
Levitando calmo..
Flores mil flores, deitadas.
Num colorido colossal.
Lépido! Admiro me apaixono.
Pela vida em liberdade.
No ápice vibrante
Do amor guardado
No peito agitando
O sonho de amar.
Minha musa adorável
Atrás do pensamento
Existe o presente...
Jungindo-nos no tempo.
Na alma atrevida
O amor em fogo
Corre com a vida
No silencio da noite. 

A nuvem e o amor



Uma Nuvem vivia no céu a sonhar.
Queria muito um amor encontrar,
mas não sabia como fazer,
para chamar a atenção do Amor
e fazer ele por ela se apaixonar.
Sentiu a presença do Vento
e lembrou-se que poderia com ele contar,
para o seu sonho realizar.
- Amigo Vento,
disse a nuvem a sonhar,
preciso muito que me ajudes
a um sonho realizar:
Quero muito um Amor encontrar.
O Vento escutou aquele lamento
e resolveu a Nuvem ajudar.
Soprou forte, por um momento,
até ver a Nuvem em um coração
se transformar.
A Nuvem ficou tão contente,
suspirou profundamente,
quando viu o Amor para ela olhar.
Sentiu imediatamente,
que poderia pelo Amor se apaixonar.
E ele aquela linda Nuvem se pôs a admirar.
A Nuvem preferiu nada falar,
sobre a sua condição momentânea.
Amou o Amor com todo o ardor
que havia em seu coração.
E o Amor amou aquela Nuvem,
como jamais julgara amar.
Foram momentos tão felizes,
que o Amor se sentiu nas nuvens.
Adormeceu aconchegado
aquele colo tão macio e aveludado .
Quando acordou, percebeu que a Nuvem
não estava mais ao seu lado.
A Nuvem chorava amargurada,
porque pensou que o Amor a tivesse
abandonado,
mas o Vento que por ali passava,
já a havia transformado
e muito longe dali a transportara.
O Amor a procurou por todo o lado,
mas nunca mais encontrou a Nuvem
por quem havia se apaixonado...
E a Nuvem até hoje,
continua no céu vagando,
em noites enluaradas,
procurando por esse Amor
que a deixou tão arrasada...