sexta-feira, 21 de setembro de 2012

Sonho sem fim



Como esquecer aquele par de olhos
Estando assim a me fitar
Recarrego minhas baterias
Retorno a vida
Ao te olhar
Frente a frente
Num encontro de bocas
De repente
Volto a viver
Como esquecer
Seu sussurrar
Ao dizer que me ama
Meu nome você chama
Sinto o calor percorrer meu corpo
E o desejo louco
Meu bem querer
Podia ficar assim
Horas e horas a te fitar
E a alegria
Do dia a dia
Contigo ficar
Eu te amo
Verdade verdadeira
Se tem um consolo
Não sou tão tolo
Pra vida inteira
Há de durar...
Maluco por ti
Eu fico assim
Vivendo um sonho sem fim...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Hoje

Não deixe para amanhã o amor que você pode expressar hoje. O tempo é traiçoeiro… nunca sabemos de antemão, a favor ou contra quem ele con...