sexta-feira, 21 de setembro de 2012

Sonho sem fim



Como esquecer aquele par de olhos
Estando assim a me fitar
Recarrego minhas baterias
Retorno a vida
Ao te olhar
Frente a frente
Num encontro de bocas
De repente
Volto a viver
Como esquecer
Seu sussurrar
Ao dizer que me ama
Meu nome você chama
Sinto o calor percorrer meu corpo
E o desejo louco
Meu bem querer
Podia ficar assim
Horas e horas a te fitar
E a alegria
Do dia a dia
Contigo ficar
Eu te amo
Verdade verdadeira
Se tem um consolo
Não sou tão tolo
Pra vida inteira
Há de durar...
Maluco por ti
Eu fico assim
Vivendo um sonho sem fim...

RUÍNA



Arruinaste minha vida,
estraçalhaste meus sonhos...
Mesmo assim...
armei-me de forças,
ao saber que irias partir...
Implorei pro meu orgulho
que me ensinasse a sorrir e
permitisse aceitar a dor...
do teu evidente desamor.
Mesmo assim, chorei...
Hoje, quero acreditar que te esqueci...
Mesmo invadida por iminentes recordações.
Se existem coisas que o coração não entende,
ah ! muito menos eu...
Entrei no jogo da vida,
incorporei a máscara da indiferença.
Armei-me de forças, outra vez.
Fechei meus olhos, para não ver tanta solidão...
e te deixei partir... dali... e da minha vida.
Talvez, essa falta que hoje sinto de tudo...
e todo esse vazio que me presenteaste...
seja o requinte necessário,
para debelar todo esse amor.
Meu orgulho me deixou sem fala...
Mas, em meu silêncio...
Te disse adeus.

A INVEJA



QUEM ME INVEJA QUE TENHA FORÇA, TRABALHO E A GARRA QUE DEUS ME DEU
E OUÇA SEMPRE O ETERNO, ASSIM COMO FAÇO EU...
NÃO CUIDE DA VIDA ALHEIA,POIS SABE É COISA FEIA JULGAR O QUE NÃO É SEU.
E PENSE SEMPRE NA VIDA COMO UMA VÃ DESPEDIDA, EM CADA SER UM ADEUS...
E TUDO QUE É EMPRESTADO: VIDA,CASA,CARRO,BELEZA,FAMA,DINHEIRO,
UM DIA SERÁ TIRADO,
MAS AQUILO QUE FOI CONQUISTA, PAZ, AMOR, FÉ E ALEGRIA
JÁ ESTÁ NALGUMA LISTA DO MEU QUERIDO DEUS BEM GUARDADO...

PAIXÃO



UMA PAIXÃO SEM LIMITES, IMPRESSA NO CORAÇÃO
QUE NÃO SE CURVA A PALPITES, É UMA GRANDE PAIXÃO.
NA VIDA, TEMOS AMORES, MUITAS PAIXÕES DURADOURAS,
MAS SEM CAUSAR OS TORPORES, DAQUELA ARREBATADORA.
É PAIXAO TÃO GRANDE E FORTE, QUE NOS TORNA SUSCETÍVEIS
A NÃO MAIS TEMER A MORTE, A FAZER COISAS INCRÍVEIS.
ALGUÉM QUE AMOU DE VERDADE E ENTREGOU SEU CORAÇÃO,
JÁ VIVEU A REALIDADE, DE UMA GRANDE PAIXÃO.
ESSA PAIXÃO VERDADEIRA NOS MARCA PROFUNDAMENTE.
TALVEZ NÃO A DERRADEIRA, MAS A MAIOR, CERTAMENTE.
NAO CREIO QUE EXISTAM DUAS COM A MESMA PROPORÇÃO,
ISSO DILACERARIA, AS FIBRAS DO CORAÇÃO.
ASSIM DEVEMOS VIVÊ-LA INTENSAMENTE, E SEM MÁGOA,
PRÁ QUE MAIS TARDE, QUEM SABE, AO ENCHER OS OLHOS D'AGUA;
NOS LEMBREMOS DESSES DIAS COM GRANDE AFETO E EMOÇÃO,
DAQUELE AMOR QUE SE FOI, MAS FICOU NO CORAÇÃO...

Sinto tua falta...



A tristeza assola minha alma
A solidão tomada conta de tudo o que sou
Não deixando quase nada de mim....
O mundo já não gira
Parece parado no tempo...
A dor e o sofrimento são uma constante
Que parece não ter fim....
Sinto meus olhos molhados...
E uma fina lágrima escorre...
Sinto tua falta, amor...
Tanto que quase já não consigo respirar
Tanto... que sinto-me a morrer por dentro
A vida parece ter perdido o tino...
O sentido.. a sua verdadeira essência,
Porque não estás aqui, para segurar minha mão
Para me dar esperança quando ela se vai
Para me amar, quando meu corpo se sente abandonado.
Sinto tua falta amor....
Porque percebi, que embora a distancia não nos separe
Não consigo viver sem o calor dos teus doces beijos
Sem o teu sorriso, que me encanta e me derrete por dentro.
E uma alma não consegue viver longe da sua metade....
Por isso meu querido... meu senhor....
Sim... sinto tua falta...
Tanto... que acabo sentindo falta de mim!

Beijo do Vento



Esta noite tive um sonho cor azul
do mar
E lá estávamos nós
A beira mar, sentados,
calados
Num porto distante daqui
Onde o vento beijava-nos a face
E os barcos aqui e acolá
transitavam em um desfile
sem parar
Era lá, o momento sublime
do novo recomeçar
Era lá, o momento de amar
Amar esse que palavras
não mais poderiam expressar
Era um instante
Uma pausa no tempo
Onde o vento trazia novo alento
E a esperança neste novo recomeçar

AMOR-DAÇADO



Nosso caso não é tão complicado
Não é tão simples para esquecer
Podemos deixar acontecer
Me cansei de tentar disfarçar pro mundo não perceber
Nem mesmo sei como isso foi acontecer
Sei que não leva a sério as minhas palavras
Cansei de tentar te esquecer
E por mais que eu faça, você esta lá, em meu intimo
E agora, você nem me olha mais nos olhos
Pra você não é segredo que a amo
E por vezes tentei me iludir que não era verdade
Ando sem saber onde ir, o que fazer...
Se tento fugir dessa verdade me pego pensando em você
Você sempre está por perto
Não quero revirar esse sentimento
Nem quero invadir a sua vida
Mas você é a cura dessa ferida...
Sei que deve rir da minha cara
É que esse meu disfarce não engana mais ninguém
Você sabe quem te ama
Não quero ser seu futuro e muito menos seu passado
Mas agora procuro não te encarar 
Pra não ficar repetindo as mesmas coisas...
Entre nós não há mistérios
Não podemos ser amigos
Nem podemos ser amantes...
Farei das lembranças meu porto seguro
E vou procurar uma saída 
Pra não entrar na sua vida

Amar



Amar...
é aceitar os ajustes diários, 
é fazer adaptações, 
é se doar sem medos e pudores
na busca da harmonia e do companheirismo.

Continuo o Mesmo



"Foi por causa de um olhar
intenso como a luz solar,
não pelas noites em claro.
Foi por gostar de quem eu era
quando do seu lado estava,
não pelas mentiras inventadas.
Foi pela louca paixão,
pelo arrepio descontrolado,
pelo tremor dos lábios,
pelo choro prazeroso.
Aquelas noites ainda continuam,
o sol ainda brilha,
eu continuo o mesmo,
bobo, fanfarrão, companheiro, amante,
é eu quase nada mudei,
e você por onde anda? "

SENHOR CARTEIRO...



Esta carta é urgente
Ela tem que chegar  a seu destino
ainda quente do calor das minhas mãos
Tem que chegar com a tinta  secando
As palavras se formando
Os sentimentos pulsando   
Esta carta não pode ser extraviada
porque é mais importante
que um documento de libertação
Não importa se chova ou abra sol
Se nas estradas existem barreiras
greves ou guerras a vencer 
Esta carta é urgente
Tem que chegar rapidamente
porque sem que saiba o senhor
ELA É UMA CARTA DE AMOR...

quinta-feira, 20 de setembro de 2012

CAMINHOS QUE O CORAÇÃO TRAÇA...



Hoje ao olhar para o céu pensei em ti,
Lembrei-me do dia que te tive em meus braços,
Que ao olhar em teus olhos nada entendi,
Senti apenas o carinho do teu abraço.
Não consegui ler os teus pensamentos,
Só monitorar as batidas do teu coração,
Que batia sem compasso, ora rápido, ora lento,
Levando o meu peito a explodir de emoção...
Porque hoje pensei em ti ao olhar para o céu azul?
Será a cor dos teus olhos, as nuvens passageiras,
Ou as estrelas que formam o Cruzeiro do Sul?
Nada disso levaram meus pensamentos até ti,
Nada substituirá a lembrança daquele momento,
Dos voos do beija-flor e dos cantos do bem-te-vi...

Infinito




E o universo continua em expansão
Até quando infinito será finito?
Pra novamente dizer o que foi dito
Sobre o amor e outros seres de razão
Esperando deste universo reação
Para ternura de seu rosto bonito
De olhos encantados que eu ainda fito
Por afirmar que o universo é perfeição
Pois ainda existe você sempre linda
Obrigando-me a procurar no espaço
Uma outra estrela nunca vista ainda
Pra provar que sempre brilha como aço
Mais uma outra coisa sempre infinda
Amor procurando aonde esta

Falta você!



O sol se põe, o pensamento voa!
O vento o leva para o mar à-toa!
Você está sozinha, longe, fazendo o quê?
No encanto do momento falta você!
O dia foi bom, a caminhada mais ainda!
A passarinhada canta, os cães comigo estão,
Mas comigo não está mais meu coração!
Tudo é infinito nas suas mãos infinda!
Sofro calado mas chegará o momento
Em que, livre do meu tormento,
Comigo você vai estar sem lamento!
E, na paz da calmaria amorosa,
Você vai estar ainda mais bonita e gostosa
E faremos nossa hora assombrosa!

UM SONHO



Me sinto perdido  busco as estrelas à procura dos seus passos  invoco o vento na esperança de sentir o seu perfume sigo o sol acalentando encontrar a sua sombra tudo em vão... Tento conciliar o sono e não consigo  o seu calor ainda está em minha cama  o lençol torna-se imenso  o travesseiro sussurra nos meus ouvidos  palavras que costumava ouvir antes de dormir. Levanto-me e vou até a janela  na esperança de vê-la retornando. Escuto seus passos e meu corpo estremece é só ilusão, você não aparece você não disse até logo, foi adeus... Agora é tarde, não evitei a sua partida não compreendi em tempo o que era o amor.  Brinquei com seus sentimentos... matei as ilusões... releguei a mulher... alimentei o meu ogoísmo e hoje sofro com sua ausência.

Não imagino




Não imagino o mundo sem ti,
Sem tuas angústias,
Sem teus apelos,
Sem tuas abordagens ao espelho
E o acolhimento dos meus sonhos.
Não imagino o sol sem tua luz
E a lua sem a tua solidão.
Não imagino uma boca sem teu beijo,
Não imagino, não,
Um caminhar sem teus pés,
Uma chegada sem a tua altivez
Nem um olhar sem teu espanto.

No Silêncio



Quando tudo se cala,
e mais nenhuma palavra é pronunciada
eis que é o silêncio que fala,
tudo é dito quando não se diz nada.
Ouvem-se as verdades que tocam o coração,
nascem as poesias que iluminam a escuridão.
Eis que a alma cansada, a vida calada, entende.
No silêncio há momentos de eternidade, de absoluta compreensão.
Todas as emoções se sentem...
No som do silêncio escuto sempre a mesma melodia,
música sem letra nenhuma, a mais bela canção.
Preencho vazios imensos com todos os sonhos que sonhei, 
percebo certezas que em palavra alguma sei, encontro tudo o que é maior, 
entendo o que sou, ando por caminhos que sinto que já conhecia, mas que nunca andei.
Vou além do que posso ver, no silêncio estou perto de você.
contemplo o significado da solidão. 

Mulheres



Inalcançáveis, brilhantes, fascinantes
Como as estrelas que bordam o vestido da noite
Incompreensíveis, misteriosas como o universo
Sensíveis quanto uma pétala de flor...
Eis as mulheres!
Inalcançáveis porque toda luz que brilha e ilumina
Encanta e alimenta os olhos da alma,
E extingue a escuridão
Não se pega, não se guarda, não se alcança...
Incompreensível, porque tudo que é compreensível
Torna-se fácil e a acomodação se aproxima
E tudo que é inalcançável e não compreendido
Exige constante luta e superação
E a mulher é a mais forte inspiração de luta, de amor e de guerra

Toco...



Toco teus olhos com meus lábios,
Sinto o gosto amargo da dor.
Mantivemo-nos sempre sábios...
Não  sou o algoz do nosso amor.
Toco tua tez com os dedos,
Aveludada como as rosas.
Espanto todos os teus medos
E passamos horas gloriosas.
Toca meu corpo arrebatado,
Sente-o estremecer de paixão.
Meu sangue lateja inflamado.
Estou preso em teu coração.
Toco-te com minha afeição.
Não fiques alheia ao poeta
Que nasceu pela tua mão.
És de poesia completa.

Tu




Tu vieste no silêncio do fado
Rachando os meus sonhos
Fez-se fase, seio calado
Sol, vento, pôs-te ali
Sentado ao meu lado
Muito tentei, e muito não vi
Pouco sabia que ias comigo
Até que brotaste no meu peito
Em flor, espinhos, abrigo
E neste mistério encantado
Vi o eu em nós, comigo!
No tempo amando e sendo amado.

O AMOR NO PEDESTAL



Não eram casados,
Porém alcançaram no amor à suprema ventura,
O mundo deles era rosado
E a felicidade laureou àquelas criaturas.
Um casamento d’alma que deu certo,
Uma união sem matrimônio,
Um Oasis num imenso deserto,
Jardim onde vi o mais lindo Gerânio.
Dois corações na mesma sintonia,
Dois pensamentos e um só ideal,
Momento majestoso de uma sinfonia 
Saudando o amor no pedestal. 

quarta-feira, 19 de setembro de 2012

Amor, amor, amor



O que é o amor???
Algo que, de repente, atormenta nossos corações,
Faz nos lembrar toda hora da pessoa amada,
Que faz-nos sentirmos perdidos com a presença dessa pessoa
mesmo em lugares que conhecemos,
O que é o Amor? O quê? O quê?
Não sei, só sei que já o senti
É a melhor coisa do mundo
Mesmo fazendo-nos felizes ou tristes,
Perdidos ou não,
Com caras de bobo ou não….
Sei lá…só sei que Amo Amar e sentir Amor por alguém.

A Mulher e o Mar



Tendo ao fundo o som harmônico
da voz grave do turbilhão marítimo.
Quem sabe a imagem de uma praia deserta,
com as ondas banhando o corpo de bela sereia...
Observando as carícias das águas
a tocar a epiderme,
de onde emanam encanto e magia.
Prostrado ante o ser feminil,
novamente a tudo dominando,
recebendo como dádiva
a brisa que lhe ondula os cabelos.
O imenso oceano parece pequeno,
transforma-se em acessório.
A presença feminina a tudo sobrepuja.
O observador masculino está enfeitiçado,
como que presa cercada por ardil predador.
Quisesse fugir, não conseguiria.
É essencial sentir
a expressão sensorial daquele momento.
Aguça a audição tentando ouvir os segredos
que a madrugada murmura às estrelas.
Quer perguntar às areias
a sensação de ser leito de corpo
que transmite tamanho desejo.
Quer questionar ao mar
qual o sabor que sente
ao tocar aquela delicada pele.
Quer que a lua apareça por inteiro
e lhe confesse os mistérios
que abrigam a sedução feminina.
O observador se transforma em sonhador,
recriando-se de fora para dentro,
iniciando uma viagem interior.
Lá não basta ver as estrelas
sem visitá-las,
lá não é suficiente ver bela musa
e deixar de tocá-la.
E, assim, se veste agora de viril amante,
realiza suas fantasias,
descobrindo os mistérios das paixões.
Aprende a intensidade
das sensações e dos sentidos,
desvendando, assim,
as forças abrigadas em seu corpo,
descobre os impulsos ocultos na alma.

DESEJOS....



Pensamentos não param,
O desejo te busca
Sua ausência me desespera,
A solidão te ofusca.
Coração quer saltar do peito,
Corpo queima em desejo,
Na pele seu cheiro,
Os lábios suplicam por seus beijos.
A lembrança de nós dois
Me tortura,
De relembrar nossos momentos
Chego a loucura!

SEM TEU OLHAR



SEM TEU OLHAR
NO ROSÁRIO DE MINHA VIDA
CHEIO DE ALEGRIA E TRISTEZA
ACHEI TODA BELEZA
NESSES TEUS OLHOS
REFLETIDO...
ENCANTADO BUSQUEI GUARIDO
NO CALOR DOS TEUS OLHOS DE CANDURA
MAS PARA MINHA ETERNA AMARGURA
UM DIA PARTISTE QUERIDA...
DESILUDIDA E SOZINHA
DESTA EXISTÊNCIA ZOMBANDO
VOU SEGUINDO MEU CAMINHO
JÁ SEM UM ABRIGO OU UM OLHAR
SEM SABER ONDE PROCURAR
PORÉM CONTINUO SONHANDO
COM A LUZ DO TEU OLHAR...

Significado do amor



Muitos Falam de amor
Mas o que significa essa palavra
A quem diga que e sinonimo dor
Outros Dizem que simplesmente amar
Para uns e sinonimo de Felicidade
Para outros é de tristeza
Para alguns é de saudade
Para outros de beleza
Muitos tentam defenir
mas como definir o inesplicavel
um sentimento que pode significar dor
Mas que ao mesmo tempo é incomparavel

Pequena maça




Peguei a maçã 
E guardei para você
Pequena  como você
Mas suficiente para te abastecer
A vontade da fome
Inerente a minha vontade
Teu desejo se faz meu
Assim te tragou, dou a você
A pequena como você
Maçã vermelha
Mas uma doçura como você
Pequena meu amor  

Teu corpo é doce



Teu corpo é doce
Como mel, ó abelha rainha
Teus lábios são quentes
Como o Sol no verão
Vossas mãos são macias
Como seda em tecido
E sua voz encantadora
Tal qual canto de rouxinol
Seu coração clama
Como bardos as vitória
Pedindo meu amor
Forte como Hércules
Suas pernas me entrelaçam
Num elo profundo como corrente
Seus abraços são cativantes
Adoráveis como se adora a fé
Vossos beijos são incríveis
Como o dia e a noite
Também inexplicáveis
Como o vento e o frio
Seu cabelo é como chuva
Caindo sobre meu corpo
Ou até raios de sol
Abençoando o novo dia
Seus pés são fortalezas
A base de sua perfeição
Como castelos e lordes
Foram o núcleo de povos
Seus gestos são intrínsecos
Lembra a águia caçando
Minimamente detalhado
Sem erros como matemática
E o que mais me surpreende
Em vossa vida
É que ela é fácil
Pra eu entender
Entrar
E viver

Amor no luar



Hoje
Vou sair e descontrair.
Vou levar meu amor ao luar
E deixar que tudo seja um luar para amar
vou correr e me envolver 
desde a ternura e me enbriagar
até o acontecer neste majestoso luar
Vou me deliciar e ficar de conchinha 
todo encolhidinho te abraçando, te amando....
E murmurando em teu ouvido apenas um gemido
E ter sempre a pretenção
De te ter em minha atenção
E te fazer só meu neste clarão
Te amar, Te amar, Te amar

A ARVORE



Enquanto viva dou vida
dou sombra
e descanso
dou flores e frutos.
Viva acolho ninhos
abrigo passarinhos
sou, fotossíntese.
Morta viro lenho
crucifixo
viro cerca 
viro travessia.
Morta viro carvão
na usina viro cinzas, 
e por fim solidão.

SAUDADE



SAUDADE CHEGOU
PERVERSA
SE ACOMODANDO
INSISTINDO
GARRAS FELINAS
ARRANHANDO
VAI SE ANINHANDO
FERINDO .
MALVADA
VEM SORRATEIRA
SE ENROLANDO
EM MIM
TAL QUAL A ROSA
CHEIROSA
ENCHE DE ESPINHOS
O JARDIM .
SAUDADE BATE
MARTELO
LEVANDO A DOR
PARA O FUNDO
É COMO SE
ME TROUXESSE
TODAS AS PENAS
DO MUNDO .
COM ENERGIA
A AFASTO
LONGE DE MIM
ESSE MAL
TRAGA-ME TARDES
DE OUTONO
DEBAIXO
DO EUCALIPAL .
IMAGINÁRIA
CASINHA
SACADA FLORES
JASMIM
PANELAS DE COMIDINHA
FEITAS
PRA ELE
E PRA MIM .
E AS PODEROSAS
MAMONAS
DELICIOSO
JANTAR
O LOMBRIGUEIRO
AS LAMBADAS
VARA DO PÉ
DE ARAÇÁ .
LEMBRA
INGÊNUAS LEITURAS
A URSA MÃE
LOBO MAL
AS BRINCADEIRAS
DE ESCONDE
ATRÁS DO MEU
BAMBUZAL.
FOTONOVELA
“CAPRICHO”
DANDO A PRIMEIRA
LIÇÃO
PRIMEIRO BEIJO
ROUBADO
ENCOSTADINHOS
AO PORTÃO .
SAUDADE FICA
COMIGO
DEIXA A INFÂNCIA
EM MIM
ADOÇA-ME
A “EXPERIÊNCIA”
PAÇOCA
DE AMENDOIM .
SAUDADE
SE ACONCHEGUE
FICA PERTINHO
ASSIM
SÓ NÃO PERMITO
QUE ESPANTE
FELICIDADE
DE MIM .

VIRTUAL...



Não conto o meu tempo em minutos
Quando à noitinha me pego a pensar
Que todo o tempo deste mundo é diminuto
Ante tanta felicidade que tenho pra lembrar
Não! Não foi se embora o que era doce
O que foi antes verdadeiro agora é sonho
Aqui fez morada e ficou ainda mais doce
Foram-se embora as invejas e os demônios
Ah se soubessem, minha saudade
O quanto és terna e doce companheira
E que não é pior que a presença sem vontade
És bem melhor e te terei a vida inteira
Terei lembranças na eternidade de um retrato
Caminharei por onde a vida me leva
E enquanto vivo tão feliz meu abstrato
Farei do amor que tive a minha paz e ceva