quinta-feira, 21 de junho de 2012

Renascer



De repente havia mais brilho em tudo, como se
o mundo houvesse sido pintado de cores especiais, e em cada esquina havia um tesouro a 

ser descoberto, eu estava com você, é como mágica tudo era perfeito, cheio de 

harmonia, havia em mim uma leveza sutil, um encantamento novo, como um novo 

despertar e cada vez que te olhava nos olhos me aprofundava mais e mais neste mundo 

fascinante que você me dava, 
como um presente, uma dádiva que poucos conhecem...
Havia sempre um aroma morno e doce no ar,
como se todo o universo conspirasse essa liberdade louca de se deixar levar pelo amor, 

e me entreguei de corpo e alma neste sentimento sem medo do que o amanhã me 

roubasse estes momentos pois haveria sempre uma história a mais e juntos 

inventariamos a cada dia a um novo motivo de ser feliz, e seu sorriso me envolvia como 

a chuva serena que vai invadindo a terra dando-lhe frescor depois de um dia 

ensolarado, tantas são as razões que me prendem a você. 
E hoje me vejo só, já não há espaço dentro de você para o meu amor, sinto o coração 

apertado como um pássaro ferido sem perspectivas de alçar vôo novamente, como se a 

vida já não me pertencesse mais, gostaria de gritar-lhe a minha angústia, que sua mão 

tocasse essa dor que me corrói e quem sabe assim trazer algum alívio para minhas 

feridas, mas tudo que vejo é o vazio, todos os meus sentidos só entendem sua ausência, 

me diga onde você está, em que tempo nos perdemos, me devolva a magia de fantasiar 

e viver a vida como um sonho, me diga como reaprender a sorrir, como caminhar sem 

você ao meu lado, me diga simplesmente como renascer sem você

Nenhum comentário:

Postar um comentário