domingo, 4 de setembro de 2011

Longe de mim..


Já me acostumei com a tua voz,com teu rosto e teu olhar,me partiu em dois
E procuro agora o que é a minha metade
Quando não está aqui sinto falta de mim mesmo e sinto falta do meu corpo junto ao teu
Meu coração é tão tosco e tão pobre,não sabe ainda os caminhos do mundo
Quando não está aqui tenho medo de mim mesmo e sinto falta do meu corpo junto ao teu
Vem depressa pra mim que eu não sei esperar,já fizemos promessas demais
Já me acostumei com a sua voz quando estou contigo estou em paz...
Quando não está aqui meu espirito se perde voa longe de mim...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Hoje

Não deixe para amanhã o amor que você pode expressar hoje. O tempo é traiçoeiro… nunca sabemos de antemão, a favor ou contra quem ele con...