segunda-feira, 24 de janeiro de 2011

Amo..



Amo o mistério das matas
com os matizes do verde
que Deus lhe ofertou.
Amo o ruído do vento
que, balança os verdes ramos, num aceno de despedida a algo que além ficou.
Amo a chuva que despenca
pra banhar a natureza,
retirar as impurezas
que a poluição deixou.
Amo o brilho do sol,
amo as estrelas e a lua,
amo o azul do céu,
amo o verde do mar
Amo as claras manhãs,
amo as tardes ensolaradas.
Amo os ruídos da noite
e o silêncio das madrugadas.
Amo o mundo, amo a vida
porque viver é sonhar
Amo tudo que da vida recebi.
Amo até mesmo a saudade,
que traz de volta à memória
um tempo que já vivi.

Nenhum comentário:

Postar um comentário